Marketing
O poder de venda das vitrines

 

"Criar uma ilusão, convencer pelo olhar, abrir uma imagem, alargando-a para fora, brincar com cores, luzes e sombras, isso é a vitrina, que envolve num primeiro momento o produto e, a seguir acaricia o universo do olhar." Sylvia Demetresco

A valorização das vitrines ultrapassou os limites do convencional. Tornou-se um fator importante nas estratégias de marketing.

Aliados da imaginação, criatividade e de certa dose de ousadia, os vitrinistas estão criando diversas variações de cenários, efeitos visuais deslumbrantes, iluminação impecável e verdadeiras “instalações”, através de contextos que aproximam o consumidor da marca ou produto.

A vitrine nasce da necessidade humana em se fazer atrair, ou seja, da comunicação visual entre vendedor e comprador em potencial. Ela tem um papel determinante nas vendas de uma loja ou de uma marca, seu poder de sedução é definitivamente inquestionável. Num ponto de venda é essencial criar estímulos aos potenciais clientes. Daí, que a atmosfera geral deva ser aproveitada como meio de chamar a atenção.

Se considerarmos que 83% das vendas são decididas no ponto de venda (fonte: Popai Brasil), veremos o quanto as vitrines são ferramentas de alto poder no ponto de venda.

Pesquisa divulgada no site Vitrina e Cia (www.vitrinaecia.com.br) revela o percentual de vendas pela ação através das vitrines, por setor, através do seguinte quadro:

Como já foi dito, o objetivo de uma vitrina é atrair o cliente para o interior da loja como se esta fosse um cartão de visitas. Por isso, planejamento cuidadoso e sedutor é imprescindível para que se atinja a meta de venda.

“Muitas vezes não se vende. O cliente é que compra”, diz o arquiteto André Monteiro, da AM Arquitetura. Esse talvez seja, ainda hoje, um dos principais erros no ponto de venda. Como conseqüência desse fato, vemos em alguns estabelecimentos comerciais da cidade o descuido com as vitrines, iluminação deficiente, cores desajustadas, layout inadequado, dentre outros erros.

Apesar do descaso de alguns empresários, nota-se já, sobretudo entre os mais novos, uma nova imagem do comércio, fruto da aposta no profissionalismo e na adoção de tecnologias que potencializam os resultados positivos, e que têm estado ausentes do comércio em geral, basicamente dos pequenos pontos de venda.

Artigo publicado no Jornal Primeira Página.
Abril de 2009.

Campanha de Ponto-de-Venda Adidas José+10 Copa 2006. Vitrine temáticas com vídeos da campanha de TV. Primeira vitrine do Brasil com comercial de TV.